Inter-American Development Bank (IDB)

Consultoria Em Meio Ambiente, Recursos Naturais E Mudanças Climáticas

Inter-American Development Bank (IDB)

Job Description

 

Consultoria em Meio Ambiente, Recursos Naturais e Mudanças Climáticas (GEF-DEFRA)

Contexto

Fundado em 1959, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) é a principal fonte de financiamento para o desenvolvimento econômico, social e institucional na América Latina e no Caribe. Fornece empréstimos, subvenções, garantias, assessoria sobre políticas públicas e assistência técnica aos setores público e privado de seus países signatários.

O Banco está executando operações no Brasil financiadas pelo Global Environment Facility (GEF) e pelo Departamento de Meio Ambiente, Alimentos e Assuntos Rurais do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte (DEFRA) por meio do International Climate Fund (ICF – Fundo Internacional para o Clima).

As seguintes operações estão em andamento: GEF:
  • Recuperação e Proteção dos Serviços Relacionados ao Clima e à Biodiversidade da Mata Atlântica no Sudeste do Brasil (BR-G1003, GRT/FM-14550-BR), US$ 31,5 Milhões.

  • Conservação, Restauração e Gestão Sustentável da Caatinga, Pampa e Pantanal – GEF Terrestre (BR-G1004, GRT/FM-16661-BR), US$ 32,6 Milhões.

  • Fortalecimento da Capacidade Institucional do Sistema Nacional de Acesso e Repartição de Benefícios nos termos do Protocolo de Nagoya (BR-T1304, ATN/FM-16166-BR), US$ 4,4 Milhões.

ICF/DEFRA:
  • Agricultura de Baixo Carbono para Evitar o Desmatamento e Reduzir a Pobreza no Brasil. Fase II - Desenvolvimento Rural Sustentável na Caatinga (BR-T1378, ATN/LC-17432-BR), US$5 Milhões

  • Agricultura de Baixo Carbono para Evitar o Desmatamento e Reduzir a Pobreza no Brasil. Fase II - Desenvolvimento Rural Sustentável no Cerrado (BR-T1409, ATN/LC-17408-BR), US$ 23 Milhões.

  • Agricultura de Baixo Carbono para Evitar o Desmatamento e Reduzir a Pobreza no Brasil. Fase II – Monitoramento, Avaliação e Gestão do Conhecimento (BR-T1410, ATN/LC-17427-BR), US$ 1,2 Milhões.

Além dessas operações, estão na fase de preparação outro projeto para ser financiados com recursos do DEFRA (Cadeias de Valor Sustentáveis no Bioma Amazônia, uma continuação da Fase I do Rural Sustentável, US$9 Milhões).

Todas essas operações, e outras que possam futuramente ser submetidas, requerem um esforço de preparação, desenho, interlocução com o governo e monitoramento ativo e consistente por parte do Banco, a fim de garantir a eficiente execução e a implementação bem-sucedida das atividades planejadas, alinhadas com os objetivos acordados para os projetos com GEF e DEFRA e com relatórios e comunicações com os doadores. Nesse sentido, é essencial ter o apoio de uma pessoa dedicada que tenha conhecimento e experiência na elaboração, execução e gestão de projetos com fundos de cooperação internacional.

O principal objetivo desta consultoria é apoiar a gestão técnica e operacional das operações financiadas com recursos do GEF e do DEFRA no Brasil. Os objetivos específicos da consultoria são: (i) assumir a responsabilidade pela gestão técnica e administrativa das operações do GEF e do DEFRA no Brasil, conforme requerimento e orientação dos especialistas de CSD/RND e CSD/CCS designados para os projetos; (ii) contribuir para a identificação e preparação de novas operações que possam ser financiadas pelo Banco com essas ou outras fontes de recursos conforme apresentado neste TdR; (iii) prestar assessoria técnica às entidades executoras para garantir o melhor desempenho dos projetos e entregas; (iv) apoiar à equipe de coordenação do BID-GEF em questões relacionadas ao cumprimento de suas responsabilidades como Agência GEF; (v) apoiar a coordenação, a preparação de relatórios e o diálogo com o DEFRA quanto às ações dos projetos em preparação e execução; e (vi) prestar apoio técnico na identificação, preparação, desenho, articulação interna com as divisões relevantes e articulação com as contrapartes governamentais para a preparação aprovação de novas cooperações técnicas com recursos ICF/DEFRA.

O que você fará

As principais funções específicas a serem desempenhadas pelo/a Consultor/a são:

  • Executar as ações de gestão técnica e administrativa das operações aprovadas e a ele/a designadas, para as quais deve-se analisar detalhadamente as informações disponíveis que orientam a implementação, e estabelecer os instrumentos de gestão e monitoramento exigidos pelo Banco no âmbito do sistema Convergência.

  • Manter uma comunicação permanente com as entidades executoras dos projetos e com outros atores-chave envolvidos, em especial as entidades beneficiárias, que sejam relevantes para acelerar e alcançar uma boa execução dos projetos.

  • Fornecer orientação técnica e operacional às unidades executoras dos projetos, em tarefas tais como a preparação de planos de implementação, planos operacionais anuais, indicadores de desempenho semestrais, relatórios semestrais de implementação, sistemas de monitoramento e avaliação, elaboração de termos de referência e de documentos técnicos.

  • Verificar o conteúdo técnico de processos de contratações e aquisições, em coordenação com os especialistas fiduciários da representação, assim como apoio na revisão e acompanhamento da análise de elegibilidade de gastos apresentados pelas agências executoras.

  • Coletar informações atualizadas para a elaboração de relatórios de monitoramento e gestão de projetos na Plataforma CONVERGÊNCIA e sistemas associados, como o os Relatórios de Implementação de Projetos, as Tracking Tools nos projetos do GEF e o logframe em projetos do DEFRA.

  • Colaborar com os órgãos executores no cumprimento dos respectivos planos de monitoramento e avaliação de projetos e a elaboração dos relatórios exigidos pelo Banco para cumprir suas responsabilidades com relação ao GEF e DEFRA.

  • Revisar e monitorar o cumprimento das cláusulas contratuais dos Contratos de Financiamento Não-Reembolsáveis no sistema convergência do Banco, em coordenação com o especialista responsável (no Escritório do País ou na Sede) e os Analistas de Operações.

  • Apoiar na preparação e execução dos planos de supervisão das operações (incluindo reuniões regulares e visitas técnicas de supervisão), de acordo com as orientações do especialista e o representante no Brasil.

  • Realizar visitas de supervisão aos projetos em execução, elaborar relatórios ou ajuda memória de acordo com o formato utilizado pelo Banco e a orientação do líder de equipe de cada projeto.

  • Identificar problemas e obstáculos críticos, bem como riscos enfrentados pelos projetos em sua implementação, e coordenar com a equipe de projetos do Banco (e/ou equipe do GEF, se for o caso) na identificação de medidas corretivas, tanto no nível dos executores (e coexecutores, se aplicável) quanto do próprio Banco.

  • Manter um banco de dados dos contratos de consultoria, de serviços que não são de consultoria, bens e obras assinados pelas Unidades Executoras com recursos do GEF e ICF/DEFRA, verificando sua elegibilidade.

  • Apoiar na promoção do diálogo setorial (recursos naturais/meio ambiente/agricultura de baixo carbono/mitigação e adaptação às mudanças climáticas no setor agropecuário) com autoridades e instituições do setor público e privado no Brasil, visando a aplicação de lições aprendidas dos projetos e identificação de futuras operações do portfólio GEF e DEFRA.

  • Reportar a ICF/DEFRA quando solicitado pelo doador; preparar relatórios de progresso dos projetos DEFRA ao doador, incluindo resultados e impactos, gestão de riscos e relatório dos indicadores a nível de projeto e da matriz de resultados.

  • Colaborar como membro da equipe no desenvolvimento de novos projetos a serem financiados com fundos do GEF e do ICF/DEFRA que sejam identificadas ao longo do prazo deste contrato. As responsabilidades incluem: participação ativa no diálogo com as instituições que propõem os projetos; análise de agências executoras; insumos técnicos e contribuição relevante ao desenho, abordagem, arranjo, indicadores das propostas, liderar a elaboração técnica dos pacotes de documentos dos projetos (TC Doc e/ou IGR) para aprovação, coordenar com os diferentes membros da equipe e do Banco; elaboração de TdR; monitoramento e supervisão das consultorias e seus resultados para formulação dos documentos e anexos necessários para a elaboração dos novos projetos.

Grau de complexidade. O trabalho do consultor/a será complexo na medida em que: (i) o monitoramento da execução das operações financiadas pelo GEF e pelo DEFRA requerem o atendimento de diferentes conjuntos de procedimentos – BID, GEF e DEFRA, incluindo diferentes metodologias e relatórios de monitoramento do BID (PMR), ferramentas de monitoramento específicas para os projetos GEF ( “tracking tools”) e ICF/DEFRA (logframe); (ii) as operações do GEF normalmente combinam mais de uma "janela" de financiamento – mudanças climáticas, biodiversidade, manejo florestal sustentável, etc.; cada um desses temas requer um conjunto significativamente diferente de especialidades técnicas, de modo que o/a consultor/a deve abranger várias especialidades; (iii) as operações do GEF, embora tenham características de cooperação técnica, no BID possuem o status de "investment grant" e são gerenciadas com os procedimentos aplicáveis às operações de empréstimo, o que implica o desenvolvimento de um conhecimento detalhado de ambos grupos de procedimentos; (iv) as operações do GEF atualmente em carteira e execução incluem a participação de múltiplos executores, o que implica uma alta capacidade de coordenação por parte do consultor/a, a fim de conhecer a administração e o conteúdo técnico da operação, mesmo tendo em vista a diversidade de arranjos institucionais e jurídicos das diversas entidades participantes; (v) as operações financiadas pelo DEFRA são caracterizadas pelo alto envolvimento do doador, incluindo revisão frequente conjunta com o BID do progresso das operações, elaboração de relatórios trimestrais e atualização contínua do logframe acordado; (v) os projetos do BID, além das operações GEF e DEFRA, enfrentam rotineiramente um alto grau de complexidade em sua gestão, pois envolvem a interação ativa dos níveis Federal e Estadual, com agências altamente especializadas em cada caso; (vi) o /a consultor/a atuará no contexto de um sistema matricial onde responderá ao Chefe de Equipe, ou em caso de delegação de autoridade, ao Chefe de Equipe Alternativo.

Coordenação Interna. É responsabilidade primária do consultor/a manter uma comunicação fluida com: (i) o/a Chefe de Equipe e o/a Chefe de Equipe Alternativo dos projetos em preparação e em execução; (ii) os outros membros de equipe envolvidos na elaboração e implementação dos projetos (iii) os especialistas fiduciários da Representação sobre os aspectos financeiros e de aquisições; e (iv) com unidades executoras em qualquer assunto que exija a atenção do especialista responsável; (v)o Chefe de Operações e o Representante do Banco no Brasil. O consultor/a também trabalhará em estreita coordenação e comunicação regular com a equipe de coordenação do BID-GEF, que periodicamente reporta o avanço dessas operações a sede do GEF em Washington, além da equipe ponto focal DEFRA/ECP na sede, incluindo CCS e ORP e que reportam regularmente e mantem estreito diálogo com a diretoria executiva do governo britânico no BID, a alta gestão do ICF e a equipe técnica dos projetos em Londres.

O que você precisará

  • Cidadania: Você é um cidadão brasileiro ou um cidadão de um dos nossos 48 países membros com residência ou permissão legal para trabalhar no Brasil.

  • Consanguinidade: Você não tem membros da família (até quarto grau de consanguinidade e segundo grau de afinidade, inclusive cônjuge) trabalhando no Grupo do BID.

  • Educação: Mestrado ou equivalente e mínimo de dez (10) anos de experiência profissional relevante ou a combinação equivalente de educação e experiência.

  • Experiência: Experiência em gestão de projetos, com especialidade em meio ambiente, desenvolvimento sustentável, relações internacionais e mudanças climáticas. Experiência desejável em agricultura de baixas emissões de carbono, serviços de biodiversidade, gestão de recursos naturais, pagamento por serviços ambientais.

  • Línguas: O consultor/a deve ser fluente nas línguas português e inglês, oral e escrita, e ter uma excelente capacidade de comunicação escrita e oral em espanhol.

Competências gerais e técnicas:
  • Áreas de Especialização: Gestão ambiental, mudanças climáticas, desenvolvimento rural e outras áreas relacionadas a recursos naturais, ciências sociais e na elaboração, execução ou supervisão de projetos.

  • Habilidades: Entre as qualificações adicionais estão: conhecimento sobre políticas e ciclo de projetos GEF e DEFRA; conhecimento e experiência em processos e projetos de cooperação internacional, de natureza binacional ou multinacional; experiência na execução de projetos GEF e DEFRA, incluindo a implementação de seus mecanismos de avaliação; conhecimento do ciclo de projetos do BID e da política e do conhecimento do ciclo de seus processos de aquisição e supervisão; trabalho anterior com comunidades em áreas rurais; experiência em trabalhar com organizações do setor público, organismos internacionais, preferencialmente no contexto de projetos ambientais e/ou de desenvolvimento.

Resumo da oportunidade
  • Categoria e Modalidade de Consultoria: Termo Definido Consultorl - Facilidade Ambiental Global e Global Environmental Facility DEFRA (Departamento de Agricultura do Reino Unido) (DTC), Mensal.

  • Duração do contrato: 12 meses

  • Localização: O consultor precisa estar situado em Brasília, Escritório do BID no Brasil (COF/CBR).

  • Requisitos: Deve ser cidadão de um dos 48 países membros do BID e não ter familiares que trabalhem atualmente no Grupo BID.

Nossa cultura: Nosso pessoal está comprometido e apaixonado por melhorar vidas na América Latina e Caribe, e eles conseguem fazer o que mais gostam num ambiente de trabalho diverso, colaborativo e desafiante. Somos a primeira instituição de desenvolvimento da América Latina e do Caribe a receber a certificação EDGE, reconhecendo nosso forte compromisso com a igualdade de gênero. Como funcionário, você pode fazer parte de grupos de recursos internos que conectam nossa comunidade em torno de interesses comuns.

Alentamos a que mulheres, afro-descendentes, pessoas de origens indígenas e pessoas com deficiência se inscrevam.

Sobre nós: No BID, estamos comprometidos em melhorar vidas. Desde 1959, somos uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional na América Latina e no Caribe. Nós fazemos mais do que emprestar embora. Fazemos parceria com nossos 48 países para fornecer à América Latina e ao Caribe pesquisas de ponta sobre questões de desenvolvimento relevantes, orientação de políticas para informar suas decisões e assistência técnica para melhorar o planejamento e a execução de projetos. Para isso, precisamos de pessoas que não apenas tenham as habilidades certas, mas também sejam apaixonadas por melhorar vidas

Nossa equipe de Recursos Humanos analisa cuidadosamente todas as aplicações.

Due to the current Covid-19 pandemic and its implications for our Region, the IDB Group is reviewing its hiring needs and re-prioritizing its areas of talent acquisition. We encourage candidates to continue to apply to the active postings, yet current job openings may be subject to further decisions in terms of timing of the processes, or other actions, in accordance with business needs. Final hiring decisions may also be conditioned to the candidate’s ability to timely relocate to the post of duty at the moment of starting service.”

Additional Information





Apply Now